Breve refutação das críticas de Maquiavel ao Cristianismo

 

RESUMO DO MEU TCC SOBRE MAQUIAVEL

Primeira Parte. Maquiavel apresenta no Príncipe e nos  Discursos três argumentos gerais contra a religião cristã: (1) ele critica o clero desarmado e supranacional que constitui a hierarquia da Igreja; (2) a educação efeminada dos cristãos e (3) sua política idealista. A crítica ao cristianismo é o essencial no pensamento de Maquiavel, sua política é uma consequência dela e não o contrário.

Segunda Parte. Em resposta aos três argumentos, digo que: (1) o cesaropapismo de Maquiavel é menos original que a Doutrina das Duas Espadas dos medievais e indiretamente prova a origem divina da Igreja; (2) o feminismo cristão é muito mais completo e eficaz que o machismo maquiavélico; (3) o idealismo cristão é a melhor forma de coibir os abusos do Estado. Encerro o trabalho com uma breve exortação pelo retorno do paradigma cristão na política, o qual deve ser renovado e fortalecido por uma crítica minuciosa dos autores modernos, uma crítica que comece em Florença e termine em Frankfurt.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s