Joseph de Maistre e seu Princípio Gerador das Constituições contra os sofismas da filosofia política moderna

O Ensaio sobre o Princípio Gerador das Constituições Políticas de Joseph de Maistre, publicado no ano de 1809, contém sábios argumentos contra o sofisma do contratualismo e a ímpia teoria da primazia do direito positivo (inventado pelos homens) sobre o direito natural e divino (sancionado por Deus). Este artigo apresenta seus argumentos mais importantes. Todo o … Continue lendo Joseph de Maistre e seu Princípio Gerador das Constituições contra os sofismas da filosofia política moderna

A Psicologia de Satanás: entendendo o pecado de Lúcifer e suas consequências

Não haveria entre a exaltação do bem inteiramente pessoal sobre qualquer bem verdadeiramente comum e a negação da dignidade humana algum vínculo bem lógico e posto em ação no curso da história? O pecado dos anjos foi praticamente um erro personalista: eles preferiram a dignidade de suas próprias pessoas à dignidade que eles receberiam através … Continue lendo A Psicologia de Satanás: entendendo o pecado de Lúcifer e suas consequências

As Principais Teses da Metafísica Tomista

São Tomás produziu uma síntese inédita, a culminação de todo o pensamento anterior e a mais grandiosa realização do pensamento cristão. Por um lado, São Tomás enfatizou a necessidade do acordo da verdade consigo mesma, ou seja, da ciência profana (filosofia) com a ciência sagrada (teologia), mas também afirmou que se deve distinguir seus domínios: a … Continue lendo As Principais Teses da Metafísica Tomista

Os três ateus: o ignorante, o fraco e o satanista

Ateu é todo aquele que ignora ou nega a existência de Deus. Existem três tipos de ateus entre os seres humanos. Há o ateu por ignorância. É de conhecimento geral que o ser humano nasce completamente pobre, desarmado, nu, perdido e assustado. Ao nascer ele ainda se encontra privado daquele arsenal da inteligência, daquela ferramenta … Continue lendo Os três ateus: o ignorante, o fraco e o satanista

A Sucessão Apostólica depois do Concílio Vaticano II

2.625 bispos do mundo inteiro marcaram presença no Concílio Vaticano II de 1962 a 1965. Contudo apenas alguns deles denunciaram publicamente seus erros e suas assim-chamadas reformas. Normalmente um Concílio é realizado para resolver problemas na Igreja, mas este foi feito justamente para causá-los. Desse fato singular se compreende o pasmo dos católicos perante tais … Continue lendo A Sucessão Apostólica depois do Concílio Vaticano II

Carta de Mons. Moisés Carmona Rivera ao arcebispo conciliar de Santa Cruz de la Sierra

Esta carta é um documento entre tantos que demonstra que o Vaticano II não foi universalmente aceito pela Igreja Católica, ao contrário do que dizem alguns. O Vaticano II foi aceito por bispos e padres covardes "que agora queimam o que antes adoravam, e que adoram o que antes queimavam", muitos não eram progressistas de … Continue lendo Carta de Mons. Moisés Carmona Rivera ao arcebispo conciliar de Santa Cruz de la Sierra